Como Solucionar Conflitos de Forma Harmoniosa

É primordial que o gestor e líder de pessoas consiga resolver conflitos de forma harmoniosa, de modo que todas as partes se sintam atendidas e ouvidas, numa relação Ok/Ok para todos, mantendo um bom clima de motivação para a retenção de talentos na empresa.

Esse método é fundamentado na constatação de que nos sentimos melhor quando identificamos o que desperta nossa reação, quando compreendemos tanto nossos sentimentos quanto nossas necessidades e quando conseguimos formular pedidos negociáveis, seguro de pode aceitar a reação do outro, não importa qual seja. Também nos sentimos melhor quando identificamos claramente aquilo a que o outro se refere ou reage, quando compreendemos bem seus sentimentos e suas necessidades, e entendemos que um pedido negociável nos permite discordar e buscar, em conjunto, uma solução que atenda às necessidades de ambos, e não às de um em detrimento das do outro.

A Comunicação Não Violenta – CNV é um processo de entendimento que facilita a harmonização de suas necessidades pessoais com as necessidades das pessoas com as quais você se relaciona, de uma maneira autêntica e empática. Ela envolve, inicialmente, uma mudança de foco: de nossos erros e dos erros do outro, para as necessidades de todos. A CNV nos permite construir uma relação de confiança através de uma linguagem que aumenta a disposição de cooperar e apoiar um ao outro.

O processo da Comunicação Não Violenta – CNV possibilita que você resolva os conflitos de forma harmoniosa porque você aprofunda os relacionamentos conservando o respeito por si próprio, pelo outro e pelo mundo ao redor.

Carga Horária:

16h / Treinamento

OBJETIVOS

  • Sensibilizar para a importância de se criar um clima de cooperação, valorização e confiança através de diálogos autênticos e empáticos para que os conflitos sejam resolvidos de forma harmoniosa e satisfatória.
  • Conhecer formas que ajudem a conduzir conversas e discussões difíceis de maneira construtiva.
  • Conhecer os 4 passos da Comunicação Não Violenta – CNV como processo para resolver conflitos.
  • Ter mais segurança em lidar com pessoas difíceis, raivosas e desafiadoras
  • Entender melhor os motivos de comportamentos agressivos
  • Ter auto-gerenciamento em situações de estresse e situações com emoções fortes

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  1. Introdução a Comunicação Não Violenta – CNV – conceito, características

1.1. Origem e Premissas
1.2. Condições
1.3. Benefícios

  1. Princípios da CNV

2.1. Expressar-se honestamente e receber com empatia por meio   dos quatro           elementos
2.2. Não julgar – observar sem avaliar
2.3. Não comparar
2.4. Não negar responsabilidade
2.5. Ser empático – o poder da empatia – a magia de uma boa escuta
2.6. Escolher – sempre temos uma escolha (estratégia)

  1. O processo da CNV e seus 4 elementos:

3.1. Observação – as ações concretas que estamos observando e que afetam o nosso bem-estar
3.2. Sentimento – como nos sentimos em relação ao que estamos observando
3.3. Necessidades – valores, desejos, etc que estão gerando nossos sentimentos
3.4. Pedido – as ações concretas que pedimos para enriquecer nossa vida

  1. Observação

4.1. Observar não é julgar – observar sem avaliar
4.2. Distinção entre observação e julgamento
4.2. Vantagens da Observação

  1. Sentimento – identificando e expressando sentimentos

5.1. Sentimentos versus Não-sentimentos
5.2. Assumindo a responsabilidade por nossos sentimentos
5.3. Como receber mensagens negativas

  1. Necessidades – valores e desejos que estão na raiz dos sentimentos

6.1. A dor de expressarmos nossas necessidades versus a dor de não as expressarmos
6.2. Estágios da Libertação emocional pela expressão das necessidades

  1. Pedidos – ações que enriquecerão nossa vida

7.1. Listagem de ações e pedidos positivos numa linguagem clara
7.2. Como fazer pedidos
7.3. Pedidos versus exigências

  1. Criando ambientes de trabalho efetivos-afetivos através da Empatia – estar presente

8.1. Expressar-se com honestidade
8.2. Receber com empatia
8.3. Mediação de conflitos